Transplante de Retina: Uma realidade?

A mídia não cientifica frequentemente divulga informações sobre a possibilidade de um transplante de retina. Infelizmente, esta cirurgia ainda é considerada experimental.

Usar células da retina para substituir as células retinianas doentes (por exemplo: em Degeneração Macular e Retinose Pigmentar) não é possível com segurança e com índices de sucesso maiores do que o insucesso.

Para todo procedimento cirúrgico devemos pensar nos riscos e nos benefícios que o procedimento nos trará, no caso de transplantar a retina, os riscos ainda são maiores do que os benefícios.

As publicações cientificas oftalmológicas relatam a possibilidade deste tratamento, porém em animais de experimentação, coelhos e ratos.

No entanto, é muito provável que antes de um aperfeiçoamento da técnica de transplantar retina (técnica de enxerto livre), teremos a utilização das células tronco com maior viabilidade e segurança.

Devemos aguardar os trabalhos em andamento para uma aplicação prática em pacientes.

Prevenir ainda é a melhor conduta.

Sala de Imprensa

DICAS PARA PREVENIR DOENÇAS DA RETINA

GERAIS:

Alimentar-se corretamente (frutas, verduras, evitar gorduras, evitar açúcar, etc.).

Dormir bem.

Praticar alguma atividade física regularmente.

Controlar o estresse.

Prevenir – não demorar em procurar ajuda caso sentir algo errado com sua saúde.

ESPECIFICAS:

Se você é míope:

- visite seu oftalmologista todos os anos e peça para ser realizado um mapeamento de retina.

- caso perceba pontos flutuantes no seu campo de visão, procure um especialista.

- caso perceba flashs no seu campo de visão, geralmente em ambientes mais escuros, procure um especialista.

- faça testes visuais simples: algumas vezes por mês feche um dos olhos e observe se há alguma sombra mais escura em seu campo de visão.

Lembre-se que o maior risco para uma pessoa míope é o descolamento de retina, porém o tratamento cirúrgico do descolamento de retina possui altas taxas de sucesso.

Leia mais...