Outras alterações oculares relacionadas a retina:

Catarata

Opacidade do cristalino: lente natural posicionada no segmento anterior do olho, localizada logo atras da iris, melhor visibilizada com a dilatação da pupila. A Catarata é uma alteração de tratamento cirúgico que tem bons resultados quando utilizado uma lente artificial, a LIO (lente intra-ocular), para corrigir o grau correspondente ao cristalino que será extraido. A cirurgia é chamda facoemulsificação e é realizada através de uma pequena abertura de 2.5 mm sem a necessidade de suturas.

Glaucoma

Doença destrutiva do nervo óptico: tem como principal caracteristica o aumento da pressão intra ocular (PIO). O glaucoma é uma doença grave com perda progressiva da acuidade e campo visual de forma irreversível. O tratamento preventivo e controle da PIO possibilita a preservação da visão e campo visual.

Doenças reumáticas

As doenças reumáticas como a Artrite Reumatóide, Lupus, Doença de Beçet, etc. acometem os olhos e em especial a função retiniana. Os pacientes que possuem tais doenças utilizam medicamentos como por exemplo a cloroquina, que tambem acometem a retina e causam disturbios visuais. Todos os pacientes com doenças reumáticas devem ser acompanhados por médico oftalmologista.

Buraco Macular

Esta frequente patologia acomete a área central da retina, a MACULA.

A teoria mais aceita sobre a formação do buraco macular (BM) é a tração tangencial e ântero-posterior exercida sobre a área macular. Lentamente há um afilamento da camada macular até a ocorrência de uma pequena abertura.

O BM é classificado em graus de evolução e gravidade. Seu diagnóstico é confirmado através do exame de OCT (figura abaixo) e seu tratamento é cirurgico através de vitrectomia posterior e injeção de gás.

Membranas retinianas

As membranas retinianas ocorrem em pacientes de todas as idades e são alterações corrigidas através de procedimento cirurgico de vitrectomia posterior com peeling da membrana. Os sintomas mais comuns são a diminuição da visão acompanhada de tortuosidades das imagens e borramento. Através do exame de OCT (figura abaixo) é possivel identificar a membrana, medir sua espessura e planejar adequadamente a cirurgia. O médico retinologo irá realizar exames que diferenciem as membranas de outras patologias como por exemplo: DMRI e Retinopatia Diabética (descritos acima)

Diabetes e retina

A retina é uma camada de células especializadas que reveste internamente o globo ocular, através dela obtemos as imagens nítidas, as cores e detalhes dos objetos.